quinta-feira, 14 de abril de 2011

ESTRUTURA - Rogério Camargo

A gente sempre pensa que é adiante,
que está na meta, em algo a alcançar,
enquanto, na verdade, está perante,
o que acontece já tem seu lugar.
Ficamos da verdade mais distantes
criando metas para conquistar.
O medo anão transforma-se em gigante,
casando-se com a falha forma um par.
No coração, na alma do fracasso
habita o que não vimos: deliramos
e este delírio cria um compromisso.
Para cumpri-lo, abrimos o compasso
além do que ele pode e só nos damos
a chance de enxergar que não é isso.
13.04.2011
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...