terça-feira, 26 de abril de 2011

Arranque os meus Olhos - Danny Marks


— Arranque os meus olhos. Não quero ver. Não agüento.
— Sinto, não posso fazer isso. Deu a autorização para que fosse feito. Está aqui, está vendo? Eles precisam que seja feito por alguém que...
— Não pensei que seria assim. Deus!!! Suplico, não permita que fique assim.
— Tome isto, em alguns dias vai se sentir melhor. Acredite, não há outra forma e...
— Vai continuar apesar de tudo, não é? Vai continuar tentando e tentando... Está bem! Aceitei, não foi? Vou fazer então, mas não me olhe nunca mais, não me fale mais nada.  Apenas me esqueça.
— Será feito. Até que mude de idéia. Sinto muito eu...
— Adeus!
— Até breve, minha criança.

Talvez fosse melhor se desistíssemos.
— Depois de tanto tempo?
Mas a alma humana é...
— Eu sei!!  Mas o que seria da humanidade sem artistas? Eles podem ser ensinados, tornarem-se melhores. Preciso continuar tentando...
— São seus filhos, Pai. São seus filhos...  
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...