terça-feira, 15 de março de 2011

Soneto - Rogério Camargo

É tudo muito, muito, muito intenso.
Cabe uma vida num fim-de-semana.
O clima interno é tão espesso e denso
que, lá de longe, distensão me abana.

É um fato triste: vivo sempre tenso,
mas nem por isso esta visão se engana:
a intensidade e seu valor imenso
viaja aonde a fantasia plana. 


Se isso não morre enquanto vive aquilo,
nada mais é do que a normalidade
seguindo adiante pelos seus trajetos.

Não se tem ego para destrui-lo,
mas para ver com ele uma verdade
que ao fim da estrada nos fará completos.

ROGÉRIO CAMARGO 
13.03.2011
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...