domingo, 23 de novembro de 2008

A DOR QUE DÓI – Ana Barreto


A dor que dói não é aquela contundente
Aquela que me faz carente
De um afago,
De um beijo teu...
A dor que dói é a da faca cortante
Do silêncio repousante
Em que tu
Optaste descansar...
A dor que dói é a dor de te ver refeito
Enquanto eu vejo meu mundo desfeito
Eternamente
A te esperar...
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...