domingo, 23 de novembro de 2008

ABENÇOADOS – Ana Barreto


Nada desfará o que temos
Esse encantamento de almas
Que do nada, sem esperar
Se reconhecem metades
E não se permitem separar.
Nada desfará a mágica fome do beijo
Nossos corpos abrasados de desejo
O calor a despeito do frio
A alegria se sobrepondo às dores
A forma como os nossos amores
Preenchem o que antes era vazio.
Declaro que te amo
E não temo o engano
Pois sondei tua alma
E o que vi foi luz
Desejo que me seduz
Entrega que me acalma.
Sou tua e tu és meu
E é no teu amor que me abrigo
E te sentindo aqui
Em mim abraçado
Sei que nada será um perigo.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...