quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

LIXO NO NATAL - Lariel Frota



- Mãe, porque não separa as latas. É  lixo reciclável.
-Não  tenho  espaço pra guardar tudo separado.
- Vejam só, meu meninão defendendo o meio ambiente. De onde vem a  conscientização?
-Da escola,  e  está me deixando louca.
-Calma, temos um futuro cidadão do bem.
-É pai, sabia que o plástico leva muito tempo para se desfazer? Na escola ensinaram a fazer um montão de enfeite de natal com material reciclado. Quer ver minha redação sobre o lixo?
 -Viu? É essa falação a semana toda.
-Mãe, não é falação. Ou a gente joga certo  o lixo, ou o lixo...
-Que tal irmos comprar as rodas pro carro novo? Aproveitamos para um  sorvete. Na volta você lê a redação.
                                                              (...)
-Vamos filha, tem  muito  trabalho, chegou plástico na reciclagem.
-Ai mãe, dá um nojo separar lixo. Um dia saio dessa pobreza toda da favela, credo.
-É, o trabalho não é  agradável, mas reforça o orçamento,   e  não fica  um  monte de lixo jogado por aí.Você viu quanta enfeite de natal feito com material reciclado,comprei um bonito para colocar na  porta, foi  bem baratinho.
-Lixo, enfeite feito de natal feito de lixo, coisa horrorosa.  Quero mesmo é  virar modelo ou artista e ir morar longe  dessa pobreza..
-Eta menina boba,  por acaso no asfalto não tem lixo?
-Tem, mas é levado pra longe. Você já viu monte de lixo no Leblon ou Capacabana?
-Claro que não, o lixo deles vem pra cá.
-Por isso quero  ficar rica, prá  não  separar    lixo de ninguém.
                                                     ( ...)
-Gostei, as rodas  ficaram da hora. Pai, não joga o palito de sorvete na rua. Você não tem  lixinho aqui no carro novo?
-Não falei que a história do  lixo do seu filho, não tem fim?
-Luiz Alberto   sua mãe tem razão:  um palito de sorvete no meio dessa imundície, não faz diferença.
-Mas pai, o professor explicou que existem centenas  de carros, e ...
-Que  saco garoto. Chega!  Ao invés de aproveitar o passeio no carro novo, o sorvete de chocolate,  fica tentando salvar o planeta.  Mude a  conversa, não quero ouvir mais  um pio sobre isso.
                                                                 (...) 
-Olha Beto,  melhor   mudar o trajeto,  a água  está acumulando  na praça.
-Os bueiros estão    entupidos. Pior, esta água imunda vai sujar o carro novo.
-Pai,  posso  ler minha redação agora?
-Seu pai  já não avisou pra parar com essa ladainha?  Deixe esse assunto chato pra  aula.
                                            (...)

A televisão mostra, a montanha de  entulho sendo remexida pelos bombeiros a procura de corpos trazidos pela avalanche. Pessoas sujas, olhos perdidos, renascidos da lama,  perambulam  como personagens de um pesadelo.
                                                       
Aquele  homem  em choque  observa   seu automóvel destruído por uma  enorme pedra, juntamente com  uma montanha de sujeira e  lama.
                                             (...)     
-Coisa pavorosa, o carro foi praticamente cortado  ao meio pela  pedra. Parece que os pais escaparam,mas a pobre criança no banco de traz.....
-Ele   tem um pedaço de papel  na mão.Parece que  segurou com força antes de morrer,   uma frase sem sentido, alguma brincadeira de criança: -“A gente é que joga o lixo, ou é o lixo que vai  jogar a gente”?

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...