quinta-feira, 8 de novembro de 2012

O Segredo entre dois joelhos (Final) - Lariel Frota




            Convicta de que tem condições de salvar um grande número de parceiros de infortúnio, rasteja por debaixo das camas;  o lugar ideal para colocar seu plano em ação é ao lado de uma grande janela. Dali quem sabe após despertar o maior número de pessoas possível, gritando a todos os pulmões, poderá iniciar a fuga. Nunca foi de se deixar abater, aconteça o que acontecer vai lutar com todas as forças.
            Começa a ouvir uns grunhidos fininhos. Em pânico descobre que vem de umas coisinhas gosmentas que estão sendo retiradas, com todo cuidado e carinho dos alienígenas, dos joelhos de alguns pobres humanos como ela. São de dar náusea, parecem lesmas escuras,  cheias de espinhos, com olhinhos brilhantes e bocas enormes.
            Não há tempo a perder, ou começa a gritar agora,  ou a humanidade toda servirá de incubadora para aquelas criaturinhas asquerosas.

            -Rose, Rose, calma. Acorda  querida…calma…ta tudo bem…sou eu!
            -Tira, tira esses alienígenas do meu joelho, que nojo!  Acorda todo mundo antes de que seja tarde!
            -Calma dona  Rose….a senhora está voltando da sedação, seu marido  está a seu lado.  Não há nenhum alienígena por aqui, fique tranquila. Sou o Dr. Smith responsável pelo setor de ultrassonografia.
            -Meu joelho está doendo, o que aconteceu comigo? Estou enjoada, meio zonza!
            -A senhora veio fazer exames por conta das dores no joelho esquerdo lembra?
            -Sim, agora  que o senhor falou estou me lembrando. Vim fazer uma ressonância magnética. As enfermeiras  me colocaram na maca, prenderam meu joelho com umas talas e  deram algumas orientações.
            -Então dona Rose, quando íamos começar o exame a senhora teve uma crise de pânico. É muito comum isso acontecer por conta da sensação de claustrofobia, como a sua pressão arterial se elevou, optamos por sedá-la  levemente antes de continuar os exames.
            -Quer dizer que eu não fugi pelos corredores, nem havia alienígenas mexendo no meu joelho?
            -Claro que não meu bem, você  dormiu esse tempo todo!
            -Fique tranquila dona Rose, são comuns  sonhos ou alucinações, efeitos da medicação. Seus joelhos estão intactos  nenhum alienígena mexeu neles, posso lhe garantir.
            -Nossa Rose, que susto!  Você estava dormindo  tranquila, de repente deu um grito tão alto, mas tão alto  que  assustou meio mundo. Se houvesse de fato algum alienígena por perto, teria partido sem precisar de nave espacial!
            -Desculpe, é que eu precisava…deixa pra lá. Eu já posso ir pra casa doutor?

                                                          Fim
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...