quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Canção do Mar - Danny Marks



Foi em uma noite assim
que ela surgiu das águas
e olhando a cidade
lembrou suas mágoas
sorriu, no entanto,
criando no ar
a magia de um canto
E nem a lua
que brilhava no espaço
conseguiu quebrar
a firmeza do laço
entre o passado e o presente
Mesmo aquele que está
longe, distante, ausente
se faz vivo na gente
na memória ou em um pranto 
traduzindo em um canto
a beleza de amar
Mas se tudo o que passou,
já passou,
se tudo está perdido
e se o tempo levou
o amor ferido,
nem tudo acabou
pois em uma noite de encanto
escuta-se a magia
de um ponto
de umbanda, e o capoeira
gira na dança
e na areia
fluindo o sangue na veia
e o amor no coração
vibrando nas palavras
um apelo uma canção
Assim surgida
das águas perdida
olhou a sua cidade
e caminhou pela praias
vendo o mar profundo
levantou suas saias
e despediu-se do mundo.


(Danny Marks - 21/03/1982 10h40min)
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...