quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Carne no espelho - Lariel Frota


A louca já não chora nem reclama. Sozinha colocou as amarras, as mesmas com as quais tanto lutou para se livrar. Melhor voltar para o escuro. Pelo menos lá não precisa olhar o espelho maldito, onde é obrigada a enxergar aquele pedaço de carne velha e gordurosa,que insiste o velho rei morto, é sua imagem.
Na solidão dos seus dias findos, prefere voltar a ficar escondida na sua loucura, dividida entre as certezas: de que nada valeu a pena, ou que aquele instante ínfimo do calor de um abraço, vai perdurar pela eternidade.
Só que desta vez vai armada, não vai mais cair em nenhuma armadilha. Sem espelhos, sem desejos,melhor terminar a caminhada mergulhada nas sombras.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...