terça-feira, 23 de dezembro de 2008

RASTO DE ESTRELAS

Quadro: Frida Kahlo (Luiza Caetano)

Assisto ao dobrar dos dias
dentro de cada madrugada,

Sinto a neve
sulcada em meus cabelos,
sorvo a chuva mágoa dos meus olhos
onde os lírios e a esperança
se rasgam em rugas cansadas
de gestos e de nadas.

Invento o dia que não chega
na pura ressonância
do esquecimento.

Órfã do teu sorriso
feito de promessas e de horizontes,
me deixo inesperadamente
apaixonar pelo rasto luminoso
das estrelas.


(Luiza Caetano)


Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...