sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Histórias de Buraco Fundo - Danny Marks


As pessoas andam muito assustadas ultimamente.
Hoje cheguei no restaurante para almoçar e estava lotado, todos comentando sobre os mais recentes acontecimentos. Fiz o meu pedido, mas o garçom não conseguiu ouvir por causa do barulho, então gritei:
— Um PF!!
Foi horrível! Não sobrou nem o dono do restaurante para servir o almoço.

— . . . — — . . . — — . . . — — . . . —

Assisti o mais recente sucesso midiático. Fiquei curioso devido a tantas pessoas estarem falando sobre essas criaturas fantásticas e perigosas que invadem as cidades e causam tanta destruição, ameaçando destruir o mundo como conhecemos, mas finalmente contidas por alguns heróis, em ações extraordinárias, para restabelecer a ordem e devolver a paz às pessoas de bem.
Fiquei decepcionado. Não passa de uma refilmagem de um antigo (e ruim) filme que já assisti, o “Caçador de Marajás”, que foi um sucesso estrondoso na época. No fim, gostaram tanto do ator principal, que começa como herói, vira vilão, é julgado com toda pompa e circunstância apenas para ser inocentado em acordos nunca explicados e ressurgir em uma nova saga com tramas tão ruins, ou pior, que a anterior.
Quando será que essas pessoas vão se tornar Bruxos e deixar de ser Trouxas?

— . . . — — . . . — — . . . — — . . . —

Outro dia foram prender um político corrupto, mas ele alegou que estava passando mal e queria ser levado ao hospital onde seu médico particular o atenderia. Disseram que seria levado para um hospital do Estado como era direito de qualquer cidadão. Como político adora tornar particular o que é público, aceitou ir, mas descobriu que o levavam para a enfermaria da prisão, que também era do Estado.
Quando perguntou quem eles pensavam que eram para envia-lo para um lugar tão desumano, onde acabaria sendo morto por falta de estrutura adequada, os condutores responderam.
— Nós somos os representantes do Estado que ajudou a criar, senhor...
Os gritos de desespero saindo do carro que levava o político me deixaram arrepiado até agora...

— . . . — — . . . — — . . . — — . . . —

Um parlamentar de Buraco Fundo fez uma grave advertência. Se as investigações em andamento não pararem de cavar tão fundo há um risco de chegar na China e os comunistas tomarem conta do pais. 
Em nota o governo chinês disse que vai fechar os olhos a essa insensatez, mas mandou parar a fabricação de patos de borracha por medo dessa coisa ser contagiosa.

— . . . — — . . . — — . . . — — . . . —

Um dia desses em Buraco Fundo, um grupo de pessoas invadiu e depredou instalações do governo exigindo uma intervenção militar. Depois de muita confusão e pancadaria, o grupo foi levado para um dos porões do governo para se acalmar e contar o que queriam de fato.
O grupo recusou-se a falar sem que fossem torturados adequadamente, sugeriram (através de sinais e cartazes) inclusive choques nos órgãos sexuais e afogamentos como metodologia necessária para que revelassem qualquer coisa.

Desde então não se soube mais deles.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...