quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Esconde - Sonja Paskin

Eu estou mais perto dela do que ela de mim.
São acordes surdos que se seguem em sequencia,
como, talvez, as ondas do mar que se repetem
e se estendem ao longo da mistura das cores
que separam o ceu, o por do sol e o mar.
Por dentre as letras gravadas no seu poema,
teu timbre se derrama como uma gema
e se dissolve completo no ar.

Ela esta mais perto de mim do que eu dela.
Perto demais ou longe,
tudo anoitece
Porque era só o por do sol
entre o azul do céu
e ao azul do mar.
Sonja Paskim
(Para conhecer mais sobre a Artista visite: http://libriann.blogspot.com.br/2011_07_01_archive.html?zx=dc756cc6c0013ca6)
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...