quarta-feira, 4 de julho de 2012

Amor de Perdição - Danny Marks


Amor, que emoção
aqui dentro do peito
disparado, sem jeito
feito tiro no coração

Amor que agarra
mordida de cão bravo.
ninguém solta essa amarra
na fé tornado escravo

Amor é de escorrer
feito sangue rasgado
jogado, escorraçado,
dando de si até morrer

Amor feito cigarro
vira fumaça, deixa escarro
Já nasce predestinado
a desgraça dorme ao lado

Amor que constrói
tumulo, mausoléu
O que na vida destrói,
na morte vai para o céu

Intenso, forte momento
arrastando pela vida
enxurrada descabida
no calor do sofrimento

Amputado do coração
membro fantasma
na ânsia de ter, cai no vazio.
Amor de perdição
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...