domingo, 13 de agosto de 2017

Alguma Poesia - Danny Marks




Sinto-me constrangido quando me chamam poeta. Por conhecer e ler tantos Poetas e suas obras. Alguns amar, outros ser amável, alguns ignorar, outros que me ignorem. Não sou tão fã de poesia quanto poderia, nem sei. Nem domino tanto assim a métrica, a forma, a desconstrução e a perfeição artística da Arte de Poetar, prefiro escrever outras formas de história. Quem me dera ser alguém assim, meio pássaro, meio gente; Meio, início e fim, ter algo de poético em mim para poder olhar o mundo e sempre ver, sempre procurar algo de belo no horror que pode ser o mundo, na denúncia que se proclama. Se declama. Mas me vem um poeta e diz: Poeta! E por ver em mim a poesia que dele transborda, me torno poeta também, menor, distante, desconstruído em palavras em busca de sentidos. Então, que haja alguma poesia, até mesmo onde ela não se reconheça, mas que esteja presente no que se faz.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...